PROCEDIMENTOS

Disponibilizamos algumas imagens para a utilização em aulas, conferências e orientações dos pacientes, com a devida citação da fonte.

Osteoplastia do Rebordo Mandibular e Instalação de Implantes

Caso Clínico Osteoplastia

1. Defeito ósseo pós-exodontia de 45/44, com perda de referência na vestibular.

Caso Clínico Osteoplastia

2. Preparo do local ad modum, protocolo de regeneração (Cruz M, 2006). Estabilização do coágulo com osso inorgânico bovino (OIB).

Caso Clínico Osteoplastia

3. Modelagem e instalação da membrana.

Caso Clínico Osteoplastia

4. Vista do local após a completa regeneração do defeito. Cinco meses mais tarde.

Caso Clínico Osteoplastia

5. Remoção de um bloco ósseo do local regenerado, no qual será instalado um implante.

Caso Clínico Osteoplastia

6. Exame histológico do bloco. Corte com aumento de 20x mostra regeneração óssea completa com ausência do biomaterial estabilizante (OIB).

Caso Clínico Osteoplastia

7. Implantes instalados no osso regenerado.

Caso Clínico Osteoplastia

8. A reabertura foi feita 6 meses após a instalação. Mucosa periimplantar saudável, 30 dias após a instalação dos cicatrizadores.

Regeneração Óssea em Torno de Implantes (Deiscência)

Regeneração Caso Clínico

1. Exposição do implante (5 mm) no procedimento de instalação.

Regeneração Caso Clínico

2. Após preparo do osso, modelagem e assentamento da membrana.

Regeneração Caso Clínico

3. Tecido mole e duro encontrado sob a membrana, seis meses após.

Regeneração Caso Clínico

4. Remoção de tecido mole e de osso para exposição do parafuso de proteção e para exame histológico.

Regeneração Caso Clínico

5. Vista oclusal dos implantes. Veja a camada de osso na região bucal do 45.

Regeneração Caso Clínico

6. Tecido conjuntivo fibroso, analisado sob luz polarizada.

7. Tecido ósseo visto com luz polarizada.

Regeneração de lesão periodontal (Deiscência Óssea)

1. Lesão perirradicular com acentuada perda óssea vertical. Região já preparada para o processo regenerativo.

2. Instalação da membrana fixada sem tachinhas ou parafusos.

3. Regeneração óssea e periodontal após dez meses. Observe o ganho vertical.

Regeneração do rebordo maxilar

1. Aspecto do defeito ósseo pós exodontia.

2. Modelagem e instalação da membrana. Observe as características de estabilidade, isolamento e proteção do defeito pela membrana de espessura média.

3. Aspecto da membrana na cirurgia de reabertura. Observe o seu posicionamento estável, sem parafusos ou tachas.

4. Tecido ósseo completamente regenerativo.

5. Instalação da membrana fixada sem tachinhas ou parafusos.

6. Prótese cerâmica após 7 anos.

7. Imagem radiográfica após 7 anos.