Implantes Dentais

Os sistemas de implantes dentais desenvolvidos pela Biomacmed foram projetados com o objetivo de aproveitar ao máximo o potencial residual ao máximo o potencial residual dos pacientes, evitando ou reduzindo muito os procedimentos reconstrutivos como enxerto, levantamento de seio, desvia de nervo, etc. Os seus desenhos permitem atingir índices de até 96,1% de aplicabilidade, sem se lançar mão destes recursos. Os sistemas foram concebidos para atender estas características e , ao mesmo tempo, atender as preferências de diferentes profissionais.

Os dois desenhos básicos dos sistemas de implantes são o Maxform, de geometria cuneiforme, de instalação por pressão e o Ômega, de geometria cônica, rosqueado. Ambos têm características em comum que vão desde o material – Titânio Grau 5, ASTM F136, NBR ISSO 5832-3 até a conexão implante-pilar. Os sistemas apresentam variantes em suas geometrias, como implantes curtos, angulados e zigomáticos, que permitem uma variada gama de aplicações clinicas.

Detalhes

Colo micro sulcado, que estabelece melhor relação na transição osso/tecido mole.

Plataforma estendida, com suas comprovadas vantagens de manutenção do espaço biológico e preservação do osso periimplantar.

Material de alta resistência, Ti – 5. Alto efeito de corte, permite pilares únicos, evita fraturas dos componentes protéticos.

Superfície SLA. Tratamento baseado em evidências seguras.

Pilares únicos – para todos os diâmetros e geométricas.

Colo inclinado, mais espaço para o tecido ósseo em torno do implante e para as papilas enterproximais.

Dupla rosca, duas lâminas no ápice. Filetes espaçados e profundos com espessura progressiva.

Acoplamento cone-morse indexado (Hex). Estabilidade, resistência, vedamento e posicionamento preciso dos pilares.

Geometrias especiais, permitem instalações em situações de pouca disponibilidade óssea.